segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Boa semana a todos...







Certezas


Sei que Deus não me criou
para que me sentisse derrotada
pelos problemas que a vida me apresenta.
Deus não me criou para o desânimo
que insistente bate à porta de meu coração,
sempre que alguma coisa não dá certo.
Ele não quer ver esta ruga
que aparece em meu rosto,
refletido no espelho,
sinal de toda a preocupação
que ocupa minha mente.
Ele sabe que se hoje
as coisas não me parecem bem,
amanhã, à luz de um novo dia,
elas me parecerão menos graves,
do que o impacto que me causaram.
Ele sabe, que não obstante,
à pequenez de minha fé,
sinto que posso contar
com a Sua proteção.
Sabe que tenho a certeza absoluta
de que não colocará em meus ombros
peso maior do que eu possa suportar.
Sabe que entendo
que essas experiências desagradáveis
pelas quais passo em minha vida,
servirão apenas para
evoluir e fortalecer meu espírito
e enriquecer meus conhecimentos.
E é por tudo isso,
que não devo esmorecer,
não devo dar ao meu inimigo,
seja ele quem for,
físico, moral ou espiritual,
o gosto da vitória sobre mim.
Deus me criou para ser amada,
principalmente por mim mesma!

DEUS ME CRIOU PARA VENCER...
SEMPRE!


(Rose Mori)



Sol Hoffmann

sábado, 19 de agosto de 2017

Boa noite...








Solte as amarras


Você já teve a impressão que a vida de todo mundo vai pra frente e a sua não? Já se perguntou por que você não consegue isso ou aquilo? Alguma vez já pensou que você anda, anda e parece estar sempre no mesmo lugar?

Há muita e muita gente assim, que dá passos e mais passos e não avança. São pessoas atracadas a algum porto e que ainda não conseguiram se libertar.

Não adianta, se estamos amarrados a alguma coisa, não dá pra ir adiante. A corrente pode até nos levar de um lado para o outro, as tempestades nos atingirem e até mesmo o sol e lindas noites de lua, mas não saímos do lugar. São as amarras da vida, problemas mal ou não resolvidos. Coisinhas que julgamos pequenas e que deixamos pra depois, mas que, estando no nosso caminho ainda, acabam nos atrapalhando.

Muitas vezes pensamos que "deixar pra lá" resolve e acabamos deixando. Nos dizemos que o tempo é o melhor remédio e não digo que não seja. Mas não há remédio que possa funcionar se a raiz do mal continua intacta.

As feridas que carregamos no nosso ser, os relacionamentos doentes, mas deixados para o amanhã, os empregos que não nos dão nenhuma satisfação, fazem com que nossa vida ande devagar, mesmo se o tempo passa e envelhecemos com ele. Falta-nos coragem para tomar atitudes e é a vida quem decide do nosso destino.

Se você quer, realmente, que sua vida ande enquanto você é jovem o bastante para bem viver, solte as amarras. Lave a alma do que te atormenta, converse sobre seus problemas com as pessoas envolvidas; no trabalho, se você acha que é seu único meio de sobrevivência e que não pode ficar sem ele, então, mude sua maneira de trabalhar, procure encontrar satisfação naquilo que você faz.

Os horizontes existem para que não percamos a fé, para que possamos sonhar com o que há do outro lado e, quem sabe, seguir nesse rumo.

Ninguém pode evoluir se está aprisionado a alguma coisa. Se tiver que se apegar, que seja então à vontade de construir algo positivo da sua vida. Nunca espere pelos outros, nunca olhe para os outros se dizendo por que eles conseguem e você não. Evite comparar-se com este ou aquele, pois você é uma pessoa única e de qualquer maneira não existe ninguém perfeito, com vida perfeita. Dando o melhor de si, você vai perceber que seu potencial é muito maior do que você pensa. Dando o primeiro passo, que geralmente é o mais difícil, os outros se seguirão.

E se você acha que sozinho não vai conseguir, há um Libertador que pode ouvir seu pranto, segurar sua mão e te ajudar.

"Cristo é a verdade que liberta."

Solte as amarras da sua vida, sejam elas quais forem, uma a uma, devagarinho. Depois navegue...e seja muito, muito feliz!


© Letícia Thompson



Sol Hoffmann

sábado, 8 de julho de 2017

Boa semana a todos...







"Todos nós somos seres divinos. 
Vamos compartilhar a nossa divindade? 
Mergulhe nos olhos do outro... 
Sorria, cante, toque, abrace, acolha! 
Liberte esse amor que grita dentro de você. 
Deixe a luz do seu coração iluminar o mundo!"

(Lígia Guerra)
 
 


Sol Hoffmann

Boa noite...











Não goste do amor


Goste de alguém que te ame, alguém que te espere,
alguém que te compreenda mesmo nos momentos de loucura;
de alguém que te ajude, que te guie, que seja seu apoio, tua esperança, teu tudo.

Goste de alguém que não te traia, que seja fiel, que sonhe contigo,
que só pense em você, que só pense no teu rosto, na tua delicadeza,
no teu espírito e não no teu corpo nem nos teus bens..

Goste de alguém que sofra junto contigo, que ria junto a ti,
que limpe tuas lágrimas, que te abrigue quando necessário,
que fique feliz com tuas alegrias e que te de forças depois de um fracasso.

Goste de alguém que volte pra conversar com você depois das brigas,
depois do desencontro, de alguém que caminhe junto a ti,
que seja companheiro, que respeite tuas fantasias, tuas ilusões.
Goste de alguém que te ame.

Não goste apenas do AMOR,
goste de alguém que sinta o mesmo sentimento por você,
que goste realmente de você...

(desc.autor)



Sol Hoffmann

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Olá... Boa tarde...








Ou Isto ou Aquilo




Ou se tem chuva e não se tem sol
ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo . . .
e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranqüilo.

Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.


(Cecília Meireles)


Boa tarde amigos...






Mude...


Mude,
Mas comece devagar,
porque a direção é mais importante
que a velocidade.

Sente-se em outra cadeira,
no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair,
procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho,
ande por outras ruas,
calmamente,
observando com atenção
os lugares por onde
você passa.
Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira
para passear livremente na praia,
ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.

Abra e feche as gavetas
e portas com a mão esquerda.
Durma no outro lado da cama.
Depois, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de tv,
compre outros jornais,
leia outros livros,
Viva outros romances!

Não faça do hábito um estilo de vida.

Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia
numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos,
escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores,
novas delícias.
Tente o novo todo dia.
o novo lado,
o novo método,
o novo sabor,
o novo jeito,
o novo prazer,
o novo amor.
a nova vida.
Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.
Almoce em outros locais,
vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida
compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo,
jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado,
outra marca de sabonete,
outro creme dental.
Tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.
Ame muito,
cada vez mais,
de modos diferentes.
Troque de bolsa,
de carteira,
de malas.
Troque de carro.
Compre novos óculos,
escreva outras poesias.
Jogue os velhos relógios,
quebre delicadamente
esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas,
outros cabeleireiros,
outros teatros,
visite novos museus.
Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.
Arrume um outro emprego,
uma nova ocupação,
um trabalho mais light,
mais prazeroso,
mais digno,
mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre,
invente-as.

Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
longa, se possível sem destino.
Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores,
mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança,
o movimento,
o dinamismo,
a energia.

Só o que está morto não muda!

(Edson Marques)



Sol Hoffmann

Boa semana a todos!







"Nunca deixe alguém dizer que não é querida.
Antes de você nascer, Deus sonhou com você"

(autor desc.)





Sol Hoffmann