terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Olá! Boa tarde...



Reflita...

Dê um sorriso para quem esqueceu como se faz isso.
Acelere seus pensamentos, mas não permita que eles te consumam.
Olhe para o lado, alguém precisa de você.
Abasteça seu coração de fé, não a perca nunca.
Mergulhe de cabeça nos seus desejos e satisfaça-os.
Agonize de dor por um amigo, só saia dessa agonia se conseguir tirá-lo também.
Procure os seus caminhos, mas não magoe ninguém nessa procura.
Arrependa-se, volte atrás, peça perdão!
Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se achá-lo, segure-o!
Caso sinta-se só, olhe para as estrelas: eu sempre estarei nelas.
Não estão ao seu alcance mas estarão eternamente brilhando para você!

(desc.autoria)




Este vazio

Bem mais que alguém para amar meu corpo
anseio encontrar alguém que ame minha alma
que ocupe o espaço vazio que há em meu coração
devolvendo ao meu inquieto espírito, a calma.
Tantos dias e noites vazias enchem minha solidão
quantos sonhos esmagados pela minha realidade
não sei viver nos braços de quem não amo
não quero alimentar meu vazio com a falsidade.

Se meu corpo sente falta de afagos e carinho
meu pensamento vagueia solitário sem destino
buscando uma resposta para este incerto caminho.
Dentro de mim um deserto faz morada
alma, corpo e coração em completo desatino
enlouquecem-me, e sinto-me perdida neste nada.

Célia Jardim




Sol Hoffmann