sábado, 8 de novembro de 2008

Uma excelente semana para todos nós!!!





Chuvas de verão


Veio feito nuvem numa ventania
Cheia de paixão tarde de verão chovia
Entrou pelos meus olhos sutil e tão fugaz
Fera fugitiva numa tentativa de paz

Relaxou meus nervos
sentimento alado
Senti minar na pele transpirar de leve pecado
Revirei teus poros
relâmpago e viril

Rajada de vento em beijos turbulentos seduziu
Navegar teus sonhos regar teu sentimento
Orvalho de amor flor de pensamento

Nuvem passageira inverno de paixão
Amor de primavera em chuvas de verão

Relaxou meus nervos
sentimento alado...
Senti minar na pele transpirar de leve pecado
Revirei teus poros
relâmpago e viril

Navegar teus sonhos regar teu sentimento
Orvalho de amor flor de pensamento
Nuvem passageira inverno de paixão
Amor de primavera em chuvas de verão

Navegar teus sonhos regar teu sentimento
Orvalho de amor flor de pensamento
Nuvem passageira inverno de paixão

(R.Carlos/ J.Augusto)




Eu e você sempre

Logo, logo, assim que puder, vou telefonar.
Por enquanto tá doendo...
E quando a saudade quiser me deixar cantar
Vão saber que andei sofrendo.
E agora, longe de mim, você possa enfim ter
felicidade.
Nem que faça um tempo ruim, não se sinta assim,
Só pela metade.
Ontem demorei pra dormir
Tava assim, sei lá, meio passional por dentro
Se eu tivesse o dom de fugir pra qualquer lugar
Ia feito um pé de vento
Sem pensar no que aconteceu
nada mais é meu, nem meu, nem o pensamento
Por falar em nada que é meu
Encontrei o anel que você esqueceu
Aí foi que o barraco desabou nessa que meu barco
Se perdeu nele está gravado só você e eu
Aí foi que o barraco desabou nessa que meu barco
Se perdeu nele está gravado só você e eu

(Jorge Aragão)




Adorei!!!
Sol Hoffmann